Agendamento de Serviço

Agende conosco o seu serviço de maneira prática e rápida, preencha os campos abaixo e solicite o seu serviço.

X

Orçamento

Contato

Email: casoacaso@casoacaso.com

Telefone:(71) 3341 - 4942

Mas, afinal, o que é Due Diligence?

Mas, afinal, o que é Due Diligence?

Publicação: 06.12.18

Aposto que você já ouviu falar neste termo. Mas você sabe o que ele realmente significa e para que serve?

Leia Mais
Indústria baiana aposta em energia eólica para ganhar mais competitividade

Indústria baiana aposta em energia eólica para ganhar mais competitividade

Publicação: 30.11.18

Braskem e Ferbasa investem quase R$ 1 bilhão para diversificar matriz energética.

Leia Mais
Quais são os tipos de Incentivos Fiscais?

Quais são os tipos de Incentivos Fiscais?

Publicação: 13.11.18

Conheça quais os tipos de Incentivos Fiscais existentes e explore novas oportunidades!

Leia Mais
Governo da Bahia vai cobrar 10% sobre Incentivos Fiscais até 2022

Governo da Bahia vai cobrar 10% sobre Incentivos Fiscais até 2022

Publicação: 12.11.18

Estados como a Bahia implementaram a medida para equilibrar os seus caixas em tempos de crise.

Leia Mais
Nordeste sente os benefícios da responsabilidade fiscal

Nordeste sente os benefícios da responsabilidade fiscal

Publicação: 26.10.18

A região está financeiramente mais preparada para atravessar a grave crise econômica que desmonta o Brasil

Leia Mais
Entenda o que são Incentivos Fiscais e como sua empresa pode se beneficiar!

Entenda o que são Incentivos Fiscais e como sua empresa pode se beneficiar!

Publicação: 26.10.18

Você sabia que talvez possa pagar MENOS impostos e fazer sua empresa crescer ainda MAIS?

Leia Mais
<< < 1 2

4 Motivos para reduzir o consumo de energia na sua empresa

Estamos imersos em uma crise energética. E não falo somente do Brasil.

O nosso planeta convive, há anos, com efeitos colaterais de um modelo energético adotado pelos países industrializados e em processo de industrialização.

Pautado no uso de recursos não renováveis e poluentes, a exemplo do petróleo, o modelo vigente está fadado ao fracasso por conta da escassez de recursos e a crescente pressão para cessar a emissão de tóxicos na atmosfera.

O cenário atual impõe que a geração e o fornecimento de energia sejam pensados da maneira mais racional e menos custosa (seja financeira ou ambientalmente) possível, utilizando alternativas que optem pelo aproveitamento de recursos naturais e não poluentes e promovam qualidade de vida para a sociedade.

Diante disso, apresentamos 4 motivos para você começar HOJE MESMO a reduzir o consumo de energia elétrica na sua empresa:


1)      Minimiza o Impactos Ambientais

Conscientizar as empresas para que considerem o seu impacto ambiental ao invés de somente o lucro trata-se de uma tarefa complexa. 

 

Os órgãos reguladores do meio ambiente têm estipulado normas e diretrizes a serem seguidas pelas organizações. Foram criados certificados que atestam o controle da emissão de poluentes e estabelecidos tratados entre líderes mundiais a fim de diminuir os impactos causados ao meio ambiente. 


Portanto, desenvolver uma política de redução de consumo de energia elétrica na sua organização e aliar os planos econômico, social e ambiental na atuação de uma empresa significa atuar com responsabilidade social e ambiental, minimizando os impactos da sua atuação.

 

 

2)      Reduz custos


A energia elétrica é um dos centros de custo de maior impacto nas finanças da organização. A adoção de soluções que diminuam a utilização desta fonte de energia acarreta na minimização dos custos de operação.


Dentro deste contexto, investir em energia limpa e sustentável tem se apresentado como uma alternativa eficaz, concedendo autossuficiência energética para as grandes empresas e reduzindo drasticamente seus custos.


Uma das soluções disponíveis de energia renovável e limpa é a solar, obtida através de placas fotovoltaicas. Apesar de ser necessário realizar um investimento inicial considerado alto, a longo prazo, este torna-se um excelente investimento. 


O payback médio (tempo médio de retorno do investimento) é de 8 anos, mas pode variar de acordo com as condições as quais estão submetidas as placas. Após o período de payback, o custo com energia é drasticamente reduzido ou até mesmo zerado.



3)      A empresa obtém Vantagem Competitiva


Neste contexto de pressão social para a adoção de práticas sustentáveis, empresas que tracem estratégias alinhadas com o uso de energia proveniente de recursos naturais em substituição ao consumo de energia de fontes não renováveis e poluentes obtém vantagem competitiva sob as que ainda não o fazem.

 

Tais medidas podem ser tomadas tanto nas suas dependências já existentes quanto em novos projetos que visam a expansão das operações.

 

O aumento da competitividade se dá por conta do ganho econômico obtido com a utilização de fontes renováveis. Este ganho pode ser investido, por exemplo, na otimização de outros processos da organização e na diminuição do preço final do produto/serviço, dentre outros.



4)      Mudança de Paradigma


Que tal ser um caso de sucesso de uma empresa que aderiu a fontes de energia renováveis e limpas e que diminuiu seus custos?

 

A adoção de práticas que usem a inovação ao favor da organização e a apresentação de propostas inovadoras que impactem de forma positiva os resultados da organização ajudam contribuem para a mudança do paradigma de que as organizações não consideram o impacto ambiental em sua atuação, visando somente o lucro.


A utilização de tecnologia para promover o menor impacto possível no meio ambiente é conhecida por Green IT (em português, Tecnologia da Informação Verde) e vem sendo adotada por diversas companhias mundo afora. Como exemplos de práticas que adotam o Green IT, destacam-se: investimento em fontes de energia renováveis; investimento em tecnologias que promovem a economia de energia e a reciclagem e descarte correto de dispositivos eletrônicos.

 

Uma pesquisa realizada pela IBM constatou que cerca de 50% das companhias mundiais já implementaram alguma prática de Green IT e revelou que o Brasil, com 66%, é um dos países que abriga o maior número de empresas que apresenta preocupação práticas sustentáveis no contexto organizacional. 



Como pudemos ver ao longo do texto, são diversos os benefícios provenientes de ações que visam reduzir o consumo de energia elétrica na sua empresa, desde o cunho social e ambiental a impactos diretos nas finanças da organização. Que tal começar a colocar em prática hoje mesmo?

Gostou do conteúdo de hoje? Fique ligado pois toda semana temos conteúdo novo no blog, além de notícias sobre finanças, corporações, investimentos e muitos outros temas!

Por que investir no Nordeste

Horário de Atendimento

  • Atendimentos Seg. a Sex. das 8h00 às 17h30